Chiclete com Banana - Discografia

Discografia


Pode ser normal
 
Viraram pelo avesso 
 
A sua cabeça
 
Não há nada igual
 
Comparada à luz da lua
 
Só sua beleza (bis)
 
Quando o sino tocou 
 
Anunciando a melodia
 
Oh! Quanta alegria
 
Oh! Quanta alegria
 
Lá se vai a madrugada 
 
E vem chegando um novo dia
 
Tem mais alegria 
 
Tem mais alegria
 
No balanço da maré
 
Pra lá, pra lá
 
No balanço da maré
 
Pra cá, pra cá
 
No balanço damaré 
 
Pra lá, pra lá
 
Pra lá, pra lá 
 
Pra lá (bis)
 
Quando o reggae tocou 
 
Uma explosão de energia
 
Reggae é alegria
 
Reggae é alegria
 
De lá do céu escutou
 
O rei do reggae já sorria
 
Bob é alegria
 
Bob é alegria
 
No balanço da maré
 
Pra lá, pra lá
 
No balanço da maré
 
Pra cá, pra cá
 
No balanço damaré 
 
Pra lá, pra lá
 
Pra lá, pra lá 
 
Pra lá (bis)
 
Quando o sino tocou 
 
Anunciando a melodia
 
Oh quanta alegria 
 
Oh quanta alegria!
 
Lá se vai a madrugada 
 
E vem chegando um novo dia
 
Tem mais alegria
 
Tem mais alegria
 
No balanço da maré
 
Pra lá, pra lá
 
No balanço da maré
 
Pra cá, pra cá
 
No balanço damaré 
 
Pra lá, pra lá
 
Pra lá, pra lá 
 
Pra lá (bis)


Ô, baiana
 
Quem dera ser a flor
 
E a primavera ver
 
Que eu gosto de você
 
Do jeito que eu sou
 
Pra gente só fazer amor (bis)
 
Fazer um carinho 
 
E nessa viagem
 
Nessa grande 
 
Paisagem olerê
 
Eu queria 
 
Voar, voar, voar
 
Fazer um carinho
 
E nessa viagem
 
Nessa grande paisagem olerê
 
Eu queria voar
 
Deixa eu voar
 
E lá em cima, olerê
 
Lá no espaço, olerê
 
Vou te amar, olarâ
 
Deixa eu voar
 
E lá em cima, olerê
 
Lá no espaço, olerê
 
Vou te amar
 
Ô, baiana
 
Quem dera ser a flor
 
E a primavera ver
 
Que eu gosto de você
 
Do jeito que eu sou
 
Pra gente só fazer amor (bis)
 
Fazer um carinho 
 
E nessa viagem
 
Nessa grande paisagem olerê
 
Eu queria voar
 
Deixa eu voar
 
E lá em cima, olerê
 
Lá no espaço, olerê
 
Vou te amar, olarâ
 
Deixa eu voar
 
E lá em cima, olerê
 
Lá no espaço, olerê
 
Vou te amar


Vixe Maria turbinada
 
Gata manhosa danada
 
Gosta de uma feijoada
 
Tem corpo de avião!
 
Só dorme de madrugada
 
Brindou com uma limonada
 
Danada foi batizada
 
A musa da estação
 
Ela curte reggae e axé
 
Devora abará, acarajé
 
Andando tem muita fé
 
Não reza comigo não
 
Seu sorriso é alto astral
 
É louca por carnaval
 
Seu bronze é sensual
 
Chiclete é sua paixão
 
Que gata é essa
 
Que coisa bonita 
 
No sol de verão
 
Tatuada no peito
 
Com o meu coração 
 
Ela muda de cor 
 
Como o camaleãoooo!
 
Que gata é essa 
 
Que coisa bonita 
 
No sol de verão
 
Tatuada no peito 
 
Com o meu coração 
 
Eu sou camaleãooo!
 
Adoro ver
 
Quando ela passa 
 
Tudo tem graça
 
Me faz, me faz enlouquecer
 
Adoro ver, estrela pequenina 
 
Seu brilho me fascina 
 
Quando eu olho pra você
 
Cabelo cheira a mangaba
 
Corpo gosto de goibaba
 
Como se fosse salada
 
Mexe com o meu coração
 
Abala a rapaziada
 
Não se incomoda com nada
 
Ouve rock nas quebradas
 
E tambem dança o baião
 
Formada, já é mestrada
 
Adora uma lambada
 
Fala Inglês nas paradas
 
Que gata é essa meu irmão
 
Malhando fica suada
 
Zangada bem apanhada
 
Danada foi batizada
 
A musa da estação
 
Que gata é essa!Que coisa
 
Bonita no sol de verão
 
Tatuada no peito
 
Com o meu coração 
 
Ela muda de cor
 
Como o camaleãoooo!
 
Que gata é essa 
 
Que coisa bonita 
 
No sol de verão
 
Tatuada no peito 
 
Com meu coração 
 
Ela muda de cor
 
Como o camaleãoooo!


Ôôôôô...ôôôô...ôôôô
 
Ôôôôô...ôôôô...ôôôô
 
Acho que não "tá" dando certo
 
A gente "tá" se cobrando demais
 
"Tá" querendo perfeição
 
Nenhum um amor é perfeito
 
Temos os nossos defeitos
 
Deixe os detalhes de lado
 
Escute a voz do coração
 
Amar é o nosso desafio
 
Deixa de lado 
 
Nossas diferenças
 
Solidão não compensa
 
Romances são todos iguais
 
Se briga depois se quer mais
 
Não pode ser tão complicado 
 
Se entregar a uma paixão
 
Chorei demais 
 
chorei demais, amor
 
Chorei demais 
 
chorei demais 
 
chorei demais, amor
 
Chorei demais, amor
 
Ao pensar em te perder
 
Chorei demais 
 
chorei demais, amor
 
Chorei demais, amor 
 
Ao pensar em te perder
 
Eu te amoo, não tem jeito
 
Deixe os detalhes de lado
 
Assim fica tudo perfeito
 
Eu te amoo, não tem jeito
 
Deixa os detalhes de lado 
 
E vamos viver do nosso jeito
 
Ôôôôô...ôôôô...ôôôô
 
Ôôôôô...ôôôô...ôôôô
 
Acho que não "tá" dando certo...


A dona do terreiro
 
Mandou me chamar
 
Pra pegar meu patuá 
 
E entregar no gantuá (bis)
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês pra
 
Cantar com os orixás
 
A dona do terreiro 
 
Mandou me chamar
 
Pra pegar meu patuá
 
E entregar no gantuá (bis)
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês 
 
Pra cantar com os orixás
 
Pedrinha miúdinha
 
De aruandaê
 
Lajedo, tão forte
 
Pedrinha de aruandaê
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês 
 
Pra cantar com os orixás
 
A dona do terreiro
 
Mandou me chamar
 
Pra pegar meu patuá
 
E entregar no gantuá (bis)
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês 
 
Pra cantar com os orixás
 
Pedrinha miúdinha 
 
De aruandaê
 
Lajedo, tão forte
 
Pedrinha de aruandaê
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês 
 
Pra cantar com os orixás
 
A dona do terreiro
 
Mandou me chamar
 
Pra pegar meu patuá 
 
E entregar no gantuá (bis)
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês 
 
Pra cantar com os orixás
 
Pedrinha miúdinha
 
De aruandaê
 
Lajedo, tão forte
 
Pedrinha de aruandaê
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Zulê taê, Zulê tá
 
Chamando os erês 
 
Pra cantar com os orixás


Bandana na cabeça 
 
Tatuagem no meu ombro
 
Na marquise do meu prédio
 
Pra vê você passar
 
Uma faixa com seu nome 
 
Onde você for eu vou atrás
 
Sou da turma da alegria
 
Eu sou chiclete 
 
Eu sou da paz
 
Eu visto a camisa, eu grito
 
Eu subo na mesa
 
Eu sonho acordado 
 
Pra vê você chegar
 
Aumento o som do meu carro
 
Com toda firmeza
 
E manda a tristeza se mandar
 
Eu visto a camisa, eu grito
 
Eu subo na mesa
 
Eu canto o refrão com vontade
 
Eu sou torcedor
 
Eu dobro, eu pulo 
 
Eu danço, eu fico beleza
 
Você é minha paixão
 
É meu amor
 
Sei que minha paixão
 
É chiclete, chiclete
 
A minha paixão é chiclete
 
Sou chicleteiro
 
Eu sou da paz
 
Sou maluquete
 
Sei que minha paixão 
 
É chiclete, chiclete
 
A minha paixão é chiclete
 
Sou chicleteiro
 
Eu sou da paz
 
Eu sou tiete (bis)
 
Bandana na cabeça 
 
Tatuagem no meu ombro
 
Na marquise do meu prédio 
 
Pra vê você passar
 
Uma faixa com seu nome 
 
Onde você for eu vou atrás
 
Sou da turma da alegria 
 
Eu sou chiclete
 
Eu sou da paz
 
Eu visto a camisa, eu grito
 
Eu subo na mesa
 
Eu sonho acordado 
 
Pra vê você chegar
 
Aumento o som do meu carro 
 
Com toda firmeza
 
E manda a tristeza se mandar
 
Sei que minha paixão
 
É chiclete, chiclete
 
A minha paixão é chiclete
 
Sou chicleteiro
 
Eu sou da paz
 
Sou maluquete
 
Sei que minha paixão
 
É chiclete, chiclete
 
A minha paixão é chiclete
 
Sou chicleteiro
 
Eu sou da paz
 
Eu sou tiete (bis)
 
Eu visto a camisa, eu grito
 
Eu subo na mesa
 
Eu sonho acordado 
 
Pra vê você chegar
 
Aumento o som do meu carro
 
Com toda firmeza
 
E manda a tristeza
 
Se mandar
 
Sei que minha paixão
 
É chiclete, chiclete
 
A minha paixão é chiclete
 
Sou chicleteiro
 
Eu sou da paz
 
Sou maluquete
 
Sei que minha paixão
 
É chiclete, chiclete
 
A minha paixão é chiclete
 
Sou chicleteiro
 
Eu sou da paz
 
Eu sou tiete (bis)


O que é que houve?
 
O que é que há?
 
O que é que se deu,
 
Forró?
 
Que bicho te mordeu? (bis)
 
Vamos dar um xote 
 
No forró da tribo
 
Saia do castigo 
 
Não quer trabalhar
 
Nosso dia de amante 
 
Não está perdido
 
Reservei a noite 
 
Pra gente dançar
 
Largue esse fardo
 
Venha amar mais eu
 
Venha pros meus braços
 
Meu bem, que 
 
O colo é teu
 
Largue essa farda
 
Luz dos olhos meus
 
Gaste o chão comigo
 
E vem dançar mais eu (bis)


O homem já sabe que 
 
O verbo da vida é viver
 
Deixe o tempo correr
 
Se quiser viajar
 
Naves, planetas 
 
E sonhos enfeitam o céu
 
E na lua-de-mel
 
Você vai encontrar
 
Seres do mundo de lá
 
Flores além do jardim
 
Quando isso tudo acontece
 
É porque nosso amor 
 
Não vai passar
 
Foi assim
 
Os guerreiros vieram sim
 
Das batalhas que não têm fim
 
Pra subir na poeira se 
 
A luz das estrelas 
 
Cair sobre mim


Por que será que 
 
Tem que ser assim
 
A gente gosta, a gente ama 
 
A gente muda
 
E o tempo faz verdades 
 
Nos teus olhos deixa ver
 
Solidão abusa
 
Foi tão bonito
 
Tão intenso
 
Tão maravilhoso
 
Cada segundo
 
E a vida nos revela 
 
Cada dia uma nova cena
 
Um outro mundo
 
"Cê" chega, me beija
 
Me olha nos olhos
 
E me diz então
 
Valeu! Foi bom, adeus!
 
Não vou chorar,
 
Nem vou me arrepender
 
Foi eterno enquanto durou
 
Foi sincero nosso amor
 
Mas chegou ao fim (bis)
 
Guardei as fotografias
 
Coloquei numa caixa vazia
 
O que restou do amor
 
Não vou chorar,
 
Nem vou me arrepender
 
Foi eterno enquanto durou,
 
Foi sincero nosso amor
 
Mas chegou ao fim
 
Ôôôôô
 
Porque será que tem que ser assim
 
A gente gosta, a gente ama 
 
A gente muda
 
E o tempo faz verdades 
 
Nos teus olhos deixa ver
 
Solidão abusa
 
Foi tão bonito, tão intenso
 
Tão maravilhoso
 
Cada segundo
 
E a vida nos revela 
 
Cada dia uma nova cena
 
Um outro mundo
 
"Cê" chega, me beija
 
Me olha nos olhos
 
E me diz então
 
Valeu foi bom, adeus
 
Não vou chorar
 
Nem vou me arrepender
 
Foi eterno enquanto durou
 
Foi sincero nosso amor
 
Mas chegou ao fim (bis)


Só tá dando você
 
Dentro da minha cabeça
 
Só tá dando você
 
Dentro da minha cabeça
 
Aquele beijo bom de beijar
 
Carinha de quem quer um colo
 
Sossega no teu jeito de me olhar
 
Tô precisando tanto
 
Te encontrar
 
Se acha que eu desisti 
 
De te ver
 
Tire o cavalinho da chuva
 
A vida muito longe de você
 
É um Deus-nos-acuda
 
Não diga que não vai voltar
 
Não diga que não vai voltar
 
Sem você eu não vivo
 
Coração não aguenta
 
Dibi... Dibi... iêh
 
Parará... Parapá
 
Se vai chover, então
 
Deixa molhar
 
Chuva de verão 
 
Não esfria o coração


Subi a avenida cantando
 
Pensando encontrar meu amor
 
E o brilho em teus 
 
Olhos sorrindo
 
Me pegou de repente a paixão
 
De uma flor 
 
Perfumada se abrindo
 
Amada minha mulher
 
Formosa por ser companheira
 
És o espelho da fé
 
Na luta de ser verdadeira
 
Abraça esse teu homem 
 
E sempre fiel toda vida
 
Pra tudo e pra toda hora
 
A nossa paixão vai rolar
 
Êa, Êa
 
Amor, amor
 
Não me canso de falar
 
Não me canso de dizer
 
Não me canso de te amar
 
Amor, amor
 
Não me canso de falar
 
Não me canso de dizer
 
Te amo


Parece uma rosa           
 
De longe é formosa           
 
É toda recalcacada 
 
A alegria alheia incomoda 
 
Venenosa...
 
Eh eh eh eh eh...   
 
Erva venenosa.. 
 
Eh eh eh eh eh...   
 
É pior do que cobra cascavél   
 
Seu veneno é cruel...
 
El. el. el...   
 
De longe não é feia  
 
Tem voz de uma sereia 
 
Cuidado não lhe toque 
 
Ela é má pode até 
 
Te dar um choque 
 
Venenosa.. 
 
Eh eh eh eh eh...  
 
Erva venenosa..
 
Eh eh eh eh eh...  
 
É pior do que cobra cascavél  
 
Seu veneno é cruel...
 
El. el. el... 
 
Se coça como louca 
 
Rachada tem a boca 
 
Parece uma bruxa
 
Um anjo mau 
 
Detesta todo mundo 
 
Não para um segundo
 
Fazer maldade é seu ideal 
 
Ouoooooo...


Um céu sem estrelas
 
Uma praia sem mar
 
Um amor sem carinho 
 
Romance sem par 
 
Carnaval sem festa 
 
Um jardim sem flor 
 
É assim que eu me sinto 
 
Longe do seu amor 
 
Como enganar um coração
 
Tão ligado nesse amor
 
Como viver a minha vida 
 
Sem teu jeito sedutor 
 
Não dá mais pra segurar 
 
Tô viciado em você 
 
Não dá! Pra ficar!
 
Sem te ver
 
Já estou ficando louco
 
Não dá! Pra ficar!
 
Sem te ver
 
Sou 100% você 
 
Estrada sem rumo
 
Saudade sem dor
 
TV sem novela
 
Arco-íris sem cor
 
Chiclete sem Nana
 
Verão sem calor
 
É assim que eu me sinto
 
Longe do seu amor 
 
Como enganar um coração
 
Tão ligado nesse amor
 
Como viver a minha vida
 
Sem teu jeito sedutor
 
Não dá mais pra segurar
 
Tô viciado em você 
 
Não dá! Pra ficar!
 
Sem te ver
 
Já estou ficando louco
 
Não dá! Pra ficar!
 
Sem te ver
 
Sou 100% você