Chiclete com Banana - Discografia

Discografia


Boi, boi, boi, boi da cara preta
 
Pega essa menina que tem medo de careta
 
Vi uma estrela tão alta
 
Entre as nuvens de algodão com seu facho de ilumina
 
Ilumina a mais pura visão
 
Da água da fonte escondida
 
A rosa que floresceu
 
Tuas mãos, tuas carícias
 
A emoção que você me deu
 
Vem, vem, vem ficar comigo
 
Vem brincar de estrela no meu coração
 
Vem, vem, vem ficar comigo
 
No balanço da vida você é minha paixão
 
Tão bela como uma flor
 
Cor de rosa como o amor
 
Não me olhe desse jeito
 
De querer se apaixonar
 
Tão bela como uma flor
 
Nem mesmo seu nome eu sei
 
Mas você está tão perto
 
Me vejo em teus olhos outra vez
 
Com muita magia você me amou, me amou demais
 
No Sirigüella você me amou, me amou demais.


Eu to com Mary ô, ô (bis)
 
Eu não sei o que passa na cabeça de Mary
 
Eu não sei o que faço para conquistar Mary
 
Fico todo sem jeito, quando estou ao teu lado
 
Com um toque perfeito, tua boca é um pecado
 
Vem menina, vem princesa, quero lhe fazer uma rainha
 
Mary é uma beleza, mas eu vou te abraçar
 
Vou te amar, mau amor
 
Mary não é boba não, conquistou o meu coração
 
Adora me ver cantar, não conseguiu se controlar
 
Quando eu to, to com Mary
 
Deixo a vida vadiar
 
Quando eu to, to com Mary
 
Quero logo te amar
 
Ai de mim
 
Que o teu corpo um dia encontre o meu
 
Ai de mim
 
Como a folha e a flor de uma roseira
 
Que nos ventos de verão
 
Se balançam com a canção desse amor
 
Outra vez


Olha o balanço, olha o balanço
 
Do Camaleão
 
Olha o balanço dela!
 
Olha o balanço, olha o balanço
 
Do Camaleão
 
Olha o balanço dela!
 
Segura na cintura dessa menina
 
E vá de trenzinho
 
Segura na cintura dessa menina
 
E balança um pouquinho
 
Oi, oi, oi, ô, iá, iá, iá 
 
Oi, oi, oi, ô, iá, iá, iá 
 
Eu sou camaleão, você camaleoa
 
Nessa multidão, brincamos numa boa
 
Jogando o corpo pra lá e pra cá
 
No mesmo embalo quero namorar
 
Oi, oi, oi, ô, iá, iá, iá 
 
Oi, oi, oi, ô, iá, iá, iá 
 
Eu vejo um remelexo
 
Eu vou mandar um beijo pra ela
 
Eu tô na galera, eu tô na galera


Ê bambolê
 
Tum, tum, tum, tum, 
 
Lá, lá, lá, lá 2x
 
Tête a Tête 
 
É demais, Nana Banana!
 
Olhe o batom da boca dela,
 
A boca dela tem sabor...
 
Nana Banana!
 
Se eu pudesse, amá-la-ia
 
Mas não posso amar ela sem amor
 
Nana Banana!
 
Meu coração por ti gela
 
Por ti gela, e ela sempre me gelou
 
Nana Banana!
 
Hoje eu sei que amo ela
 
Amo ela, e como é grande esse amor
 
Nana Banana!
 
Ê bambolê
 
Tum, tum, tum, tum, 
 
Lá, lá, lá, lá 2x
 
Tête a Tête 
 
É demais, Nana Banana!
 
Eu vi ela e ela tinha dado um beijo
 
Havia dado e o cara era um professor
 
Se a canoa não virar, olê, olê, olá
 
Eu chego lá
 
Se a canoa não virar, olê, olê, olá


Por enganar o meu desejo
 
Eu deixe de te amar
 
Você é tudo que eu vejo
 
O que pego, o que sinto
 
E me faz sonhar
 
Pouco me importa o passado
 
Quero poder te abraçar
 
Viver esse amor adolescente
 
Assim como o vento vai pro mar
 
Foi por esse amor
 
Teu corpo é tudo que brilha
 
É a única ilha no oceano
 
Do meu desejo
 
Foi por esse amor
 
Tão bela flor de laranjeira
 
Teu corpo é tudo o que cheira


Suinga índia, suinga índia
 
Suinga índia que eu também vou suingar
 
...(suinga índia)
 
Suinga índia, suinga índia
 
Suinga índia que eu também vou suingar
 
Oh, "Líndia"
 
Linda, tua canga de Bali
 
Vale mais que a luz dessa manhã
 
Oh, linda
 
Linda, doce manga da costa
 
Gosta mais de mim que eu sou teu fã
 
Se deixe levar como um rio
 
E vem fazer chuá, chuá
 
E vem fazer chuá, chuá
 
Comigo
 
Se deixe levar que eu te guio
 
E vou fazer chuá, chuá
 
E vou fazer chuá, chuá
 
Contigo
 
...(suinga índia)


Lê lê lê lê lê lê lê lê lê ô...
 
Deixa o seu corpo se espalhar nessa areia
 
Revela esse rosto com sua suas formas de sereia
 
Depois do céu e o mar, e seus olhos azuis
 
Tudo que vejo faço segredo, também no coração
 
Como azagaia te olho sem medo à procura de emoção
 
O teu olhar revela seus loucos desejos de amor
 
O que é que está por trás desse desejo?
 
Hoje as suas pernas dominaram minha cabeça
 
Teu corpo de intersexual, disputadíssimo
 
Teu corpo magro não, enxuto
 
Me sinto com vontade de falar
 
Você é linda, eu vou te amar
 
Eu vou te amar
 
Na doçura dos beijos
 
No frescor do desejo
 
De possuir a quem me possui


Ela tem um olhar de cobra
 
Que toda hora
 
Paralisa o meu
 
E toda vez que ela olha
 
A brisa beija a flora
 
Estrelas brilham no breu
 
Na praia marabô
 
A lua cambraia branca
 
Pisando na barra da saia
 
Desmaiou
 
Na oca maloca marambaia
 
Tocaia de amor


Quem me dera ter um barco novo?
 
Quem me dera ter um barco novo?
 
Pescar peixe na Bahia
 
Sem a sua companhia, meu rei
 
Jogar o anzol nesta praia
 
Jogar o anzol, saia da malha
 
É federal, mormaço de praia
 
Cara de pau, é o rei da gandaia
 
U, tê, rê, rê,
 
Trá, lá, lá
 
U, tê, rê, rê,
 
Trá, lá, lá
 
Suba essa escada que eu não conto a ninguém
 
Se vista de pantera, se descubra, neném
 
U, tê, rê, rê,
 
Trá, lá, lá
 
U, tê, rê, rê,
 
Trá, lá, lá
 
Alô, Durvalino, meu rei,
 
Pega essa onda 2x
 
Deixe de milonga


O que eu adoro em ti
 
Se teu corpo mexe bom demais
 
O que eu adoro em ti
 
Como se fizesse sempre melhor
 
O que eu adoro em ti
 
Tão perdidamente alegre amor
 
Por mim
 
Essa mulher é minha
 
Essa mulher é minha
 
Água no teu rosto, toda nua
 
Arde em desejo, água no teu beijo
 
Me dê teu corpo, vou te levar
 
Dorme comigo me faz amar
 
Essa mulher é minha
 
Essa mulher é minha