Chiclete com Banana - Discografia

Discografia


1) MIRANDO O LUAR
2) SEMENTES
3) FOI DEUS
4) TROPICO BANANA
5) VAI LÁ MANÉ
6) TIETÊ DO CHICLETE (MALUQUETE)
7) GRITOS DE GUERRA


Eu levo alegria a você
 
Você sempre a trouxe pra mim
 
Eu sei, vou fazer com você,
 
O ABC do prazer,
 
Do princípio ao fim
 
Enquanto a gente
 
Segue varando a noite,
 
Sendo como se fosse
 
Passageiro do além
 
Vivendo esse eterno romance,
 
Como único lance
 
Desfrutando prazer
 
E onde eu for,
 
Saudades eu vou ter
 
Desta linda noite
 
Não vou esquecer.


Me ligue pra eu te ouvir feliz 
Me ligue que eu sinto falta 
Alô mainha
 
Seu brilho brilha como sol 
Reflete no branco verão 
Broto dourado você é demais
 
Linda tua vida é livre como a madrugada, 
Mistura teu reino no meu 
E me faça feliz 
De uma forma banal, 
Eu não sou quase nada, 
Pra seu prazer, muito prazer
 
Camali 
Camaliôôô 
Camaliôa
 
Eu me transformo pra ser um Camaleão 
Vivo pensando se seu destino sou eu
 
Camali 
Camaliôôô 
Camaliôa


O que é que há meu bem,
 
Não quero nem pensar
 
Você me olha e fica nesse vai não vai...
 
Fazer fazer amor
 
Não posso entender
 
Se você também quer
 
Mas faz de conta,
 
Com seu pega-rapaz
 
Fazer fazer amor
 
Fazer fazer fazer
 
Fazer fazer amor
 
Dê um corte na mentira
 
Dê um lance na medida,
 
Dê um toque milenar
 
Nesse jogo de azar
 
Nessa mistificação
 
Pontapé só dá intriga
 
Vem de frente vem de quina,
 
Passe a mão na paciência,
 
Pra poder fazer amor
 
Fazer fazer fazer
 
Fazer fazer amor
 
Fazer fazer fazer
 
Fazer fazer amor
 
Zen um caso sem intriga,
 
Esse beijo me instiga
 
Uma frase secular.
 
Se Picasso vai tocar,
 
Nessa mistificação,
 
Mona Lisa nem se liga
 
No surfista parafina
 
Tenho a santa consciência
 
Pra poder fazer amor
 
Fazer fazer fazer
 
Fazer fazer amor
 
Fazer fazer fazer
 
Fazer fazer amor


Orumilá aloja forte
 
O vulgo My God
 
Brother, brother, brother
 
Para arribar badala, som
 
Timbrado no batuque, Pop, Pop
 
Vai o rei na rua cuar
 
Tan-tan que dengoso
 
Tan-tan que dengoso
 
A moça da cura cora
 
Ele é o farol
 
Pra minha alma de berços
 
E lábios carnudos
 
Tan-tan que dengoso
 
Tan - tan que dengoso
 
Ylê farol
 
Na linha áurea de gueto
 
Soweto do Curuzu
 
Um tem um, outro outro
 
Outro um temos todos
 
Tan-tan que dengoso
 
Tan-tan que dengoso
 
1 2 3 Ylê
 
Aye Aleluya nossa
 
Tan-tan que dengoso
 
Tan-tan que dengoso
 
Me amarrei na sua corda
 
Ele é o Farol
 


Quero estar com você
 
Uô...Uô...que ginga
 
Descendo a ladeira essa menina
 
Que bom sua presença de mulher
 
Presença de mulher (bis)
 
Uô...Uô...que linda
 
Sonhar lhe dar um beijo na esquina
 
Sair de cadilac com você
 
Saindo com você, saindo com você
 
Tudo bem, como vai, o que é que há
 
Por favor
 
Não leve a mal
 
To normal é legal, se você me quiser,
 
É natural.
 
Quero estar com você (bis)
 
Tudo bem, como vai, o que é que há
 
Por favor
 
Quero estar com você
 
To normal é legal, se você me quiser,
 
Quero estar com você


Quando você olha, algo me confunde
 
É como cintilar sobre areia molhada
 
Parece me levar pro céu, pro céu
 
Na crista do mar
 
Se mostre por inteira
 
Seja verdadeira
 
Seja meu broto no olhar
 
Sempre você faz algo que me ilude
 
Com um sorriso aberto,
 
Contesto seu olhar
 
Outrora seu amor, my girl, my girl
 
E se for preciso
 
Dar minha vida inteira
 
Somente num piscar
 
Broto, me basta sonhar
 
Seja você, seja quem for,
 
que bom te olhar
 
Quisera saber, se vou poder te beijar
 
Deixar te tocar,como dizer meu amor
 
Vou viajar, mas quero sempre
 
Te amar


Eu quebro a cara em seguida pego a vida.
 
A sorte dela é que posso navegar.
 
Sem lero-lero não sei mais o que espero,
 
pegue o trapo, venha toda, eu só quero é namorar.
 
Bem na esquina para o banquete vou mais tarde.
 
Procuro a rima para rimar com seu amor,
 
então menina, você me desespera,
 
o que eu quero também dou, vai que eu vou.
 
Eeee quiribamba naiê
 
Eeee quiribamba naiá.
 
Quiribamba a noite inreita,
 
me poupe de besteira,
 
eu tenho a praia toda para surfar.
 
Eu sou da parafina,
 
meu carro é à gasolina,
 
jambo doce venha toda para amar, para amar...
 
Eeee quiribamba naiê
 
Eeee quiribamba naiá.
 
Vai que eu vou, tem lua cheia tem
 
onça pintada tem, pra me pintar
 
Vem mostrar seu requebrado, vem
 
Se ta cheirosa chega perto para eu cheirar
 
Roda de fogo tem, ovelha negra, tem
 
Saio à francesa, não quero me queimar
 
Toda faceira, vem, pintar a rosa, vem
 
fita amarela é linda, vem para ca.
 
Eeee quiribamba naiê, eeee quiribamba naiá


É bem bom abrir o coração, uo uo magia.
 
Bom vivant coringa de verão, uo uo magia.
 
Soca, soca, venha para dançar, uo uo magia.
 
Tudo por um triz e como eu posso ser feliz.
 
Se você diz não, e não porque não vai dar pé, meu amor...
 
Vou na maciota me chegando sem querer,
 
sei que nessa festa tudo pode acontecer,
 
dançando só eu e você.
 
Dança, dança, uo uo uo uo uo.
 
Soca, soca, uo uo uo uo uo.
 
Vamos dançar, lalalalalalalalaaaa.
 
Dança, dança, uo uo uo uo uo.
 
Soca, soca, na maciota.
 
Vamos dançar, lalalalalalalalaaaa.
 
Eu sou a caixa do seu chiclete, uo uo magia.
 
O bang-bang do faroeste, uo uo magia.
 
Eu desconfio que é bruxaria ou então magia.
 
Você sempre diz que sou figura de gibi,
 
só que você faz um carnaval dentro de mim, meu amor...
 
Se você diz vem dançar soca vou também.
 
Sem saber qual é, faço cena de TV,
 
dançando eu pego você.
 
Vou na maciota me chegando sem querer,
 
sei que nessa festa tudo pode acontecer,
 
dançando só eu e você.
 
Dança, dança, uo uo uo uo uo.
 
Soca, soca, na maciota.
 
Vamos dançar, lalalalalalalalaaaa