Chiclete com Banana - Discografia

Discografia


Instrumental


De repente toda praça
Ficou um branco total
Vindo do Axé que o Gandhy
Traz pro nosso carnaval

Viva a paz e o nosso guia
Força e luz
Transcendental
Encarnado em som de mantra
Flutuando em nosso astral

Gandhy... êh... êh
Gandhy... êh... êh
Gandhy... êh... êh

Viva a estrela rainha
Que mora em você


Ilê... Ilê... Ilê
Axé Babá... (bis)
Na terra santa
De Oxalá

Vem do espaço a magia
Que mora na terra
No ar da cidade
Na beleza da arte
Que anda na liberdade

Vem do espaço a magia
Que mora e rebola
No meu coração

E essa intimidade
Bahiana maluca
Da sola com o chão

Ilê... Ilê...
Axé Babá...


Você vacilou
Você vacilou (bis)

Não quis, não
Vou, não dançou
Aquela música alegre
Olho com olho na brasa

Na beira da fogueira
Boca com boca se fala
No dia da feira

Agora a sanfona
Começa a tocar
No céu as estrelas

São muitas eu vejo
Enquanto a espiga
De milho assa

Vem brincar de balão beijo
Vem brincar de balão
Beijo, beijo

Brincar de balão
Brincar de balão
Brincar de balão
Beijo, beijo

Mas você vacilou
Você vacilou


Por ser dez anos se canta

Por se cantar, alegria

Somos dez anos de força

No carnaval da Bahia

Traz os montes

De gente

Colorindo as ruas

Do punguista ao pingente

A cidade é sua

Em nosso carnaval

Serpentina - Serpente

Bicho - Portugal


Nunca vi rastro de cobra
Nem couro de lobisomem
Se correr o bicho pega
Se ficar o bicho come

Porque eu sou é home
Porque eu sou é home
Menino eu sou é home
Menino eu sou é home

Quando eu estava
Pra nascer
De vez em quando eu ouvia
Eu ouvia mãe dizer

Ai meu Deus
Como eu queria
Que essa cabra fosse home
Cabra macho pra danar

Ah! Mamãe aqui estou eu
Mamãe aqui estou eu
Sou homem com H

E como sou
Estribilho
Eu sou homem com H
E com H sou muito home

Se você quer duvidar
Olhe bem pelo meu nome

Já tô quase namorando
Namorando pra casar

Ah! Maria diz que eu sou
Maria diz que eu sou
Sou homem com H


Instrumental


Lua de mel
Entranhou em
Nosso corpo
Entre beijos e abraços

Foi ficando um sufoco
Que maravilha
Que coisa louca
Sentir, beijar a sua boca

O sol se foi
Quando a lua apareceu
Só ficou você e eu
Na praia de Itapoã

Lua de Prata
Prateou todo local
Entre beijos e abraços

Foi um êxtase total
Que maravilha
Que coisa louca
Ao ver tirar sua roupa


Cheguei a capital da Bahia
Na explosão real
O esplendor é o trio

Que o mundo
Ainda não viu (bis)

Com toda energia
A farra que contagia

E o gringo
Denominou... ôu... ôu
O mutirão da alegria

Lá vem... Lá vem o trio
No carnaval do Brasil (bis)


Eu vou te dar
De presente, menina
Um colar do Oriente
Da cor do sol

Que te aquece
Que te banha de luz
Qual o sorriso
De Alá, Alá, Alá

Eu vou nascer
Qual semente, menina
Nos sonhos da sua mente

Ser Mararishi nas ondas
De paixão e calor Que vier flutuar

Faz a idéia pirar
A doçura secreta que pinta
Dos raios do seu
Lindo olhar

Faz a idéia pirar
A loucura discreta
Que pinta com ela
Na luz do luar